Exportações brasileiras de soja para China caem em março

As importações de soja do Brasil feitas pela China em março caíram 24,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. O país asiático comprou mais cargas de soja dos EUA. Governo Jair Bolsonaro, que já entrou em conflito diplomático com a China, demonstra falta de rumo na política externa - os chineses são os maiores compradores de soja do mundo

(Foto: Claudio Neves/APPA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PEQUIM (Reuters) - As importações de soja do Brasil feitas pela China em março caíram 24,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, mostraram dados alfandegários publicados neste domingo, depois que as chuvas atrasaram os embarques.

A China, maior comprador de soja do mundo, importou 2,1 milhões de toneladas de soja do Brasil em março, ante 2,79 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado, mostraram dados da Administração Geral de Alfândegas.

As chuvas no Brasil no final de fevereiro atrasaram a colheita e a exportação da commodity, levando a baixos estoques recordes de soja e farelo de soja na China. Algumas trituradoras de soja foram forçadas a restringir as operações devido à escassez de oferta.

Os compradores chineses também compraram menos cargas para março porque estavam esperando a desaceleração típica da demanda observada após o feriado do Festival da Primavera.

No entanto, os embarques dos Estados Unidos atingiram 1,71 milhão de toneladas em março, ante 1,51 milhão de toneladas do ano passado.

As importações totais de soja da China em março caíram 13% em relação ao mesmo mês do ano passado, atingindo o menor nível em mais de cinco anos, de acordo com dados alfandegários na publicados na terça-feira.

A China importa soja para triturar em farelo de soja para alimentar o setor pecuário e para preparo de óleo de cozinha.

Os embarques de soja para a China em abril e nos próximos meses devem aumentar à medida que as condições climáticas melhorarem no Brasil e as cargas reservadas dos Estados Unidos sob o acordo comercial da Fase 1 chegarem.

A China comprou mais cargas de soja dos EUA na terça-feira e planeja aumentar suas reservas estaduais com as colheitas dos EUA.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247