FMI pede a Guedes US$ 4 milhões para o setor financeiro pós-pandemia

A doação pedida pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) ao ministro Paulo Guedes seria entre US$ 2 milhões e US$ 4 milhões para um fundo que tem como objetivo fortalecer o setor financeiro no período pós-pandemia do coronavírus

Paulo Guedes
Paulo Guedes (Foto: Valter Campanato - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Fundo Monetário Internacional (FMI) pediu ao ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, uma doação entre US$ 2 milhões e US$ 4 milhões para um fundo que pretende arrecadar US$ 100 milhões com o objetivo de fortalecer o setor financeiro no período pós-pandemia do coronavírus.

De acordo com o site da revista Crusoé, o pedido foi feita pela diretora executiva do fundo, Kristalina Georgieva, diretamente ao ministro. A pasta da Economia analisa o pedido. 

Atualmente, o mundo tem ao menos 10,2 milhões de confirmações e 505 mil mortes provocadas pelo coronavírus. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247