FMI: PIB da América Latina cairá 3,8% em 2020

Estimulado pelas crises no Brasil e no México em decorrência da pandemia, o PIB da região terá seu pior índice de crescimento em 40 anos

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou na última terça-feira (13) suas estimativas de crescimento econômico para a região da América Latina em 2020. Afetada pelas crises no México e no Brasil, a economia da região deve contrair 3,8% no total, o que seria a pior taxa de crescimento em 40 anos. 

No Brasil, o FMI estima que a economia se contrairá em 5,8%, enquanto no México a previsão é de contração de 9%. Das economias citadas pelo documento, que inclui tanto economias em desenvolvimento como as mais avançadas, somente a da China está projetada para ter um crescimento positivo (1,9%).

Segundo a publicação, uma boa surpresa foi a rápida retomada de algumas economias, o que diminuirá os efeitos negativos da crise. Para o órgão, a manutenção das políticas de assistência implementadas durante a pandemia, assim como a expansão do crédito, serão fundamentais na recuperação da crise.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email