FMI suspende censura à Argentina

O Fundo Monetário Internacional (FMI) retirou a censura que havia imposto à Argentina em 2013 e elogiou os esforços do país ao longo dos últimos meses para melhorar a transparência dos seus dados econômicos; "Gostaria de felicitar as autoridades pelo seu compromisso com a transparência e a determinação de melhorar a exatidão dos dados oficiais num período tão curto", afirmou a diretora-gerente do fundo, Christine Lagarde

O Fundo Monetário Internacional (FMI) retirou a censura que havia imposto à Argentina em 2013 e elogiou os esforços do país ao longo dos últimos meses para melhorar a transparência dos seus dados econômicos; "Gostaria de felicitar as autoridades pelo seu compromisso com a transparência e a determinação de melhorar a exatidão dos dados oficiais num período tão curto", afirmou a diretora-gerente do fundo, Christine Lagarde
O Fundo Monetário Internacional (FMI) retirou a censura que havia imposto à Argentina em 2013 e elogiou os esforços do país ao longo dos últimos meses para melhorar a transparência dos seus dados econômicos; "Gostaria de felicitar as autoridades pelo seu compromisso com a transparência e a determinação de melhorar a exatidão dos dados oficiais num período tão curto", afirmou a diretora-gerente do fundo, Christine Lagarde (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

O Fundo Monetário Internacional (FMI) retirou nesta quarta-feira a censura que havia imposto à Argentina em 2013 e elogiou os esforços do país ao longo dos últimos meses para melhorar a transparência dos seus dados econômicos.

O conselho executivo da organização destacou que o governo de Mauricio Macri fez progressos importantes para aumentar o padrão das estatísticas referentes ao PIB e à inflação, algo exigido de todos os membros do fundo. 

De acordo com o FMI, a administração anterior, de Cristina Kirchner, produziu relatórios demasiadamente imprecisos sobre seus indicadores econômicos, o que teria mascarado problemas profundos da economia argentina.

"Gostaria de felicitar as autoridades pelo seu compromisso com a transparência e a determinação de melhorar a exatidão dos dados oficiais num período tão curto", afirmou a diretora-gerente do fundo, Christine Lagarde.

Mostrar mais: https://br.sputniknews.com/economia/201611096772735-fmi-censura-argentina/

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247