Funcionários da Embraer, comprada pela Boeing, entram em greve

Metalúrgicos da Embraer em São José dos Campos (SP) entraram em greve por tempo indeterminado nesta terça-feira (24). Segundo o sindicato, esta é a primeira paralisação na fábrica em cinco anos da unidade que foi comprada pela Boeing no início de 2019. Os trabalhadores reivindicam aumento real de salário e preservação de todos os direitos previstos na Convenção Coletiva da categoria

(Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Metalúrgicos da Embraer em São José dos Campos (SP) entraram em greve por tempo indeterminado nesta terça-feira, de acordo com o sindicato local, que afirmou que a produção da fabricante de aviões está 100% parada.

Procurada pela Reuters, a Embraer não comentou de imediato.Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à Conlutas, é a primeira paralisação na fábrica em cinco anos. Os trabalhadores reivindicam aumento real de salário e preservação de todos os direitos previstos na Convenção Coletiva da categoria.

Os funcionários em greve rejeitaram a proposta patronal de aplicar apenas a inflação do período (3,28%) aos salários, acabar com a estabilidade para lesionados e liberar a terceirização irrestrita na fábrica. A reivindicação é de 6,37% de reajuste e renovação da convenção íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email