Gabrielli: paralisia da Petrobras pode anular crescimento do Brasil

'Nos últimos 10, 12 anos, a Petrobras foi o centro de um setor de produção de petróleo e de estrutura de refino que representa entre 10 e 15% do PIB brasileiro. Além disso, representa 30 a 40% do investimento brasileiro. Consequentemente, quando se tem uma situação de paralisia da Petrobras, é uma situação de impacto de 1 a 2% do PIB brasileiro. Como nosso crescimento está nessa faixa, significa crescer ou não crescer', disse o ex-presidente da Petrobrás Sergio Gabriell, no programa Contraponto

'Nos últimos 10, 12 anos, a Petrobras foi o centro de um setor de produção de petróleo e de estrutura de refino que representa entre 10 e 15% do PIB brasileiro. Além disso, representa 30 a 40% do investimento brasileiro. Consequentemente, quando se tem uma situação de paralisia da Petrobras, é uma situação de impacto de 1 a 2% do PIB brasileiro. Como nosso crescimento está nessa faixa, significa crescer ou não crescer', disse o ex-presidente da Petrobrás Sergio Gabriell, no programa Contraponto
'Nos últimos 10, 12 anos, a Petrobras foi o centro de um setor de produção de petróleo e de estrutura de refino que representa entre 10 e 15% do PIB brasileiro. Além disso, representa 30 a 40% do investimento brasileiro. Consequentemente, quando se tem uma situação de paralisia da Petrobras, é uma situação de impacto de 1 a 2% do PIB brasileiro. Como nosso crescimento está nessa faixa, significa crescer ou não crescer', disse o ex-presidente da Petrobrás Sergio Gabriell, no programa Contraponto (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Entrevistado no programa Contraponto, o ex-presidente da Petrobrás Sergio Gabrielli chama atenção sobre o impacto da Petrobras na Lava Jato para a economia do Brasil:

‘Nos últimos 10, 12 anos, a Petrobras foi o centro de um setor de produção de petróleo e de estrutura de refino que representa entre 10 e 15% do PIB brasileiro. Além disso, representa 30 a 40% do investimento brasileiro. Consequentemente, você tem uma situação de paralisia da Petrobras, é uma situação de impacto de 1 a 2% do PIB brasileiro. Como nosso crescimento está nessa faixa, significa crescer ou não crescer. O investimento futuro da Petrobras envolvia a sustentação de 1 milhão de postos de trabalho durante 5 anos. Quando se reduz, você tem um impacto enorme na capacidade de trabalho’, disse ele aos jornalistas Altamiro Borges, Paulo Salvador e Eduardo Guimarães.

Assista aqui na íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email