Governador do DF vai ao BNDES resolver apagões da CEB

Agnelo Queiroz apresenta ao presidente do banco, Luciano Coutinho, plano de recuperao da Companhia Energtica de Braslia; recursos do banco de fomento iro viabilizar melhoria nos servios

Agência DF _Em viagem oficial ao Rio de Janeiro, o governador Agnelo Queiroz se reuniu na manhã desta quarta-feira com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. “O encontro com a direção do BNDES foi muito proveitoso, pois os recursos a serem contratados pelo GDF vão mudar Brasília e o Entorno, nas áreas de transporte, mobilidade urbana e para resolver problemas com os quais a população convive há muito tempo”, destacou o governador.

O GDF apresentou ao BNDES quatro projetos de financiamento. Um deles prevê o empréstimo pelo GDF de aproximadamente R$ 600 milhões a serem aplicados integralmente no saneamento das finanças e na recuperação da capacidade de investimento da Companhia Energética de Brasília (CEB). Devido a dívidas deixadas por gestões anteriores e à falta de investimento na rede de distribuição, a CEB perdeu, ao longo dos anos, sua capacidade de investimento: a empresa deixou de trabalhar na ampliação de redes e modernização do sistema elétrico.

Desde que assumiu o GDF, o governador Agnelo Queiroz vem trabalhando para resgatar a empresa, que já esteve entre as 10 melhores distribuidoras de energia elétrica do país. Agnelo Queiroz explicou a Coutinho que o empréstimo do BNDES será usado para reduzir a dívida e permitir que a CEB adote ações para melhorar o sistema como um todo e a prestação do serviço à população, evitando, consequentemente, as constantes interrupções no fornecimento de energia.

Saneamento – Garantir o fornecimento regular de água e o tratamento de esgoto em todo o DF também está entre as metas da atual gestão, que pretende chegar a 2014 com 100% de domicílios atendidos. Embora ainda esteja em elaboração, o presidente do BNDES mostrou-se especialmente interessado na possibilidade de parceria com o governo local para universalizar o saneamento básico em todas as cidades do Distrito Federal.

Segundo o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, a proposta vai ao encontro de um dos principais objetivos do banco, que investe com prioridade em ações e projetos voltados a promover o desenvolvimento socioeconômico dos brasileiros, contribuindo, especialmente, na melhoria da qualidade de vida da parcela mais carente da população.

Mobilidade – O GDF anunciou novos investimentos nos sistemas públicos de transporte urbano e viário. Outros R$ 600 milhões emprestados do BNDES serão aplicados no projeto Expresso DF – mais conhecido como Veículo Leve Sobre Pneus (VLP). Atualmente, está em construção o Eixo Sul, que ligará Gama/Santa Maria ao Plano Piloto. O financiamento será usado na execução do Eixo Norte, que terá início em Planaltina e passará em Sobradinho até chegar ao final da Asa Norte, na altura da Ponte do Bragueto. Pela proposta, os dois eixos funcionarão nos mesmos moldes: com ônibus modernos e articulados, expressos e semi-expressos, com capacidade para transportar até 160 passageiros por viagem.

A recuperação do asfalto na capital também é uma das prioridades. O governador Agnelo Queiroz já determinou à Novacap a elaboração de estudos para que seja realizada a total substituição da malha asfáltica na região central de Brasília, especialmente nas vias mais antigas e com maior circulação de veículos.

Banco de Desenvolvimento – No encontro, o governador Agnelo Queiroz tratou ainda de trabalhar pelo fortalecimento das relações entre o BNDES e o Banco de Brasília (BRB). Ele lembrou que as duas instituições têm o mesmo perfil: enquanto o BNDES trabalha pelo desenvolvimento nacional, o BRB tem se firmado cada vez mais como instrumento para a promoção do desenvolvimento local e regional.

O objetivo, portanto, é ampliar o volume de operações, negócios e investimentos entre as duas instituições, tornando todos esses processos mais ágeis e rotineiros. O presidente do BRB, Jaques Pena, visitará a sede do BNDES ainda neste mês para tratar os detalhes dessa aproximação.

Ao final do encontro, Luciano Coutinho afirmou que o BNDES aguardará a formalização das propostas e das garantias do Governo do Distrito Federal para análise detalhada pelo banco e negociação junto ao Governo Federal. O governador Agnelo Queiroz saiu da reunião confiante com a sinalização positiva do banco para as propostas do GDF.

Agnelo Queiroz está no Rio de Janeiro acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli, e dos secretários de Fazenda, Marcelo Piancastelli; de Desenvolvimento Econômico, Abdon Henrique Araújo, e de Segurança Pública, Sandro Avelar, além do presidente da CEB, Rubem Fonseca; do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior; do subsecretário de Captação da Secretaria de Planejamento, Genésio Vicente, e do assessor especial da Governadoria, Gastão Ramos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247