Governo central acumula déficit de R$ 55,8 bilhões até outubro

Governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) acumulou um déficit primário era de R$ 55,821 bilhões de janeiro a outubro deste ano; no mês de outubro, as contas registraram superávit primário de R$ 40,814 bilhões, interrompendo cinco meses consecutivos no vermelho após a injeção de recursos com o programa de regularização de ativos no exterior, conhecido como repatriação

Sede do Banco Central, em Brasília. 09/12/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino
Sede do Banco Central, em Brasília. 09/12/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Aquiles Lins)

BRASÍLIA (Reuters) - O governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) registrou superávit primário de 40,814 bilhões de reais em outubro, interrompendo cinco meses consecutivos no vermelho após a forte injeção de recursos com o programa de regularização de ativos no exterior, conhecido como repatriação.

O resultado, divulgado nesta sexta-feira pelo Tesouro Nacional, veio melhor que a projeção de analistas de saldo positivo em 25,261 bilhões de reais, conforme mediana das expectativas em pesquisa Reuters.

No acumulado do ano até outubro, o déficit primário era de 55,821 bilhões de reais.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247