Governo não vai aceitar mudanças em PEC dos Gastos, diz Padilha

Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que o governo não vai aceitar destaques que alterem a essência da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um limite para os gastos públicos; segundo ele, não serão permitidos "claraboias" ou furos no teto; Padilha prometeu também que a PEC será aprovada ainda neste ano tanto na Câmara como no Senado

Brasília - Entrevista coletiva com o ministro chefe da casa civil, Eliseu Padilha (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - Entrevista coletiva com o ministro chefe da casa civil, Eliseu Padilha (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O governo não vai aceitar destaques que alterem a essência da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um limite para os gastos públicos, disse nesta segunda-feira o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Em apresentação na BM&FBovespa, em São Paulo, Padilha disse que não serão permitidos "claraboias" ou furos no teto. O ministro prometeu também que a PEC será aprovada ainda neste ano tanto na Câmara dos Deputados como no Senado.

(Reportagem de Eduardo Simões)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email