Governo prorroga IPI reduzido para automóveis

Imposto fica como está até o final do ano, anunciou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista ao Jornal Nacional; segundo ele, a medida tem por objetivo "não haver risco de que houvesse uma queda nas vendas ao longo do ano"

Governo prorroga IPI reduzido para automóveis
Governo prorroga IPI reduzido para automóveis
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O governo decidiu prorrogar o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) mais baixo até o final deste ano. O imposto, que iria subir na próxima segunda-feira, será mantido entre 2% e 8%, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, na noite deste sábado. Esta é a quarta vez que o governo prorroga a redução do imposto para o setor.

A medida tem por objetivo "não haver risco de que houvesse uma queda nas vendas ao longo do ano", de acordo com Mantega. "A indústria automobilística é muito importante para a economia brasileira. Ela representa 25% da produção industrial. Então, para manter a produção industrial crescendo, é importante que a indústria automobilística continue crescendo", afirmou o ministro.

O ministro informou que o imposto fica como está para todas as faixas de veículos que tiveram o IPI reduzido: carros, utilitários e caminhões. No final do ano, segundo ele, o governo decidirá se o tributo permanecerá no mesmo patamar ou irá subir. O governo informou ainda que busca estimular não somente o setor automotivo com a decisão, mas "toda a cadeia automobilística, como as indústrias de autopeças, de estofamento e de acessórios".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email