Governo tenta quebrar a Andrade Gutierrez

O governo federal pediu 40 bilhões de reais em reparação à Andrade Gutierrez para que a empreiteira continue autorizada a prestar serviços ao poder público, mas a empresa não deve aceitar a proposta por considerar que poderia ir à falência

Andrade Gutierrez
Andrade Gutierrez (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - O governo federal pediu 40 bilhões de reais em reparação à Andrade Gutierrez para que a empreiteira continue autorizada a prestar serviços ao poder público, mas a empresa não deve aceitar a proposta por considerar que poderia ir à falência, segundo reportagem do jornal O Globo deste domingo.

A proposta do governo foi apresentada por uma comissão formada por membros da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Controladoria-Geral da União (CGU) que negocia um acordo de leniência com a empreiteira, de acordo com o jornal.

A empresa, no entanto, considera o valor alto demais e diz que não tem condições financeiras para fazer o pagamento, acrescentou o Globo.

A Andrade Gutierrez já fechou acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF) depois que foram descobertas irregularidades em diversas obras realizadas pela empresa.

No acordo com o MPF, homologado em maio de 2016, a empreiteira, uma das investigadas pela operação Lava Jato, comprometeu-se a pagar 1 bilhão de reais.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247