Guedes diz que não vai aumentar impostos, mas ampliar a base tributária

"Não vamos aumentar os impostos, podemos redistribuir, criar uma base ampla nova", afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ainda segundo ele, se a ideia avançar será possível reduzir e eliminar outros impostos

Ministro Paulo Guedes
Ministro Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ministro da Economia, Paulo Guedes, reiterou nesta quarta-feira plano da equipe econômica de criação de uma nova base tributária ampla, acrescentando que, se a ideia prosperar, será possível reduzir e eliminar outros impostos.

“Não vamos aumentar os impostos, podemos redistribuir, criar uma base ampla nova. Se você criar uma base ampla nova e tributar um pouco ali, você pode então reduzir o Imposto de Renda, eliminar alguns IPI, pode até reduzir cinco, seis, sete, oito, dez impostos se você tiver base ampla onde você crie ali uma nova incidência para pessoas que não pagam”, afirmou.

Em fala à imprensa após participar no Palácio do Planalto da primeira reunião técnica para discutir pontos do texto da reforma tributária, Guedes afirmou que o projeto de lei de autoria do Executivo já encaminhado ao Congresso representa apenas um primeiro passo.

O ministro disse estar muito confiante numa reforma ampla “como quer a PEC (Proposta de Emenda à Constituição)” que já tramitava no Congresso. Após a junção de PIS e Cofins proposta na semana passada, ele afirmou que o governo tratará de temas como impostos seletivos, imposto sobre a renda e desoneração da folha.

Por Marcela Ayres

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247