Guedes passa a consultar Bolsonaro antes de lançar planos após cartão vermelho

Bolsonaro se irritou com Guedes porque o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, expôs o plano da pasta para congelar por dois anos o reajuste dos aposentados

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes
Jair Bolsonaro e Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, mudou sua estratégia após mais um destarte com Jair Bolsonaro. Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, agora, o titular da pasta  quer que Jair Bolsonaro dê aval a propostas, com líderes partidários, antes que elas comecem a ser divulgadas.

Bolsonaro ameaçou o time de Guedes com "cartão vermelho" caso fossem feitas propostas de criação do Renda Brasil com cortes em outros programas sociais.

Segundo a reportagem, a primeira iniciativa para alinhar o discurso será em torno da PEC (proposta de emenda à Constituição) que tratará de um imposto sobre transações nos moldes da extinta CPMF.

Bolsonaro se irritou com Guedes  porque o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, expôs o plano da pasta para congelar por dois anos o reajuste dos aposentados, reduzindo despesas públicas e abrindo espaço no Orçamento para o Renda Brasil.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247