Guedes se irrita com vaias a Bolsonaro no Maracanã

Paulo Guedes saiu cuspindo fogo do túnel de acesso ao campo do Maracanã na final da Copa América. Assim que a comitiva presidencial entrou no campo, uma vaia tomou conta do estádio. O ministro deu meia volta e saiu pelos corredores do estádio sem despedidas e com ar de pouquíssimos amigos, informa o jornalista Ancelmo Gois

Paulo Guedes 
Paulo Guedes  (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 –  O ministro Paulo Guedes não gostou de presenciar a vaia ao presidente Jair Bolsonaro e sua comitiva no Maracanã. "Paulo Guedes saiu cuspindo fogo do túnel de acesso ao campo do Maracanã na final da Copa América. Assim que a comitiva presidencial entrou no campo, uma vaia tomou conta do estádio. O ministro deu meia volta e saiu pelos corredores do estádio sem despedidas e com ar de pouquíssimos amigos", informa o jornalista Ancelmo Gois, em sua coluna.

"Nada a ver com vaias ou aplausos. A culpa é da Conmebol, que organiza a Copa. Eu fui chamado para acompanhar o presidente na entrada do Estádio. Chegando lá, fomos avisados de que só poderiam entrar três pessoas. Um monte de bicões entrou, mas eu  outros ministros ficamos de fora. Então retornei puto ao lugar em que eu estava", justificou depois Guedes.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247