Gustavo Franco sai do PSDB e outros economistas do Real devem segui-lo

Insatisfeito com os rumos do PSDB, o economista Gustavo Franco, um dos idealizadores do Plano Real, acaba de deixar os tucanos e se filiar ao Partido Novo; nesta quarta-feira (27), o Novo informou, em nota, que o ex-presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) passará a presidir a fundação do partido, função na qual será responsável por elaborar o programa de governo para a campanha de 2018; outros economistas tucanos ligados à formulação do Real devem segui-lo, como Elena Landau  e Edmar Bacha; em agosto, eles fizeram um apelo à direção tucana pedindo o desembarque do governo Michel Temer (PMDB)

Insatisfeito com os rumos do PSDB, o economista Gustavo Franco, um dos idealizadores do Plano Real, acaba de deixar os tucanos e se filiar ao Partido Novo; nesta quarta-feira (27), o Novo informou, em nota, que o ex-presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) passará a presidir a fundação do partido, função na qual será responsável por elaborar o programa de governo para a campanha de 2018; outros economistas tucanos ligados à formulação do Real devem segui-lo, como Elena Landau  e Edmar Bacha; em agosto, eles fizeram um apelo à direção tucana pedindo o desembarque do governo Michel Temer (PMDB)
Insatisfeito com os rumos do PSDB, o economista Gustavo Franco, um dos idealizadores do Plano Real, acaba de deixar os tucanos e se filiar ao Partido Novo; nesta quarta-feira (27), o Novo informou, em nota, que o ex-presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) passará a presidir a fundação do partido, função na qual será responsável por elaborar o programa de governo para a campanha de 2018; outros economistas tucanos ligados à formulação do Real devem segui-lo, como Elena Landau  e Edmar Bacha; em agosto, eles fizeram um apelo à direção tucana pedindo o desembarque do governo Michel Temer (PMDB) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Um dos formuladores do Plano Real, o economista Gustavo Franco, 61, anunciou sua saída do PSDB, em meio à crise no partido.

Nesta quarta-feira (27), o Novo informou, em nota, que o ex-presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) passará a presidir a fundação do partido, função na qual será responsável por elaborar o programa de governo para a campanha de 2018.

Pelo estatuto do Novo, quem tem cargo de direção não pode se candidatar.

O partido espera que a economista Elena Landau tome a mesma decisão. Em agosto, os dois fizeram um apelo à direção tucana pedindo o desembarque do governo Michel Temer (PMDB).

Edmar Bacha, que também assinou o documento, ainda conversa com o fundador do Novo e provável candidato a presidente, João Amôedo.

Em nota, o partido afirmou que "a vinda de uma pessoa competente, alinhada e comprometida com os valores do Novo, como o Gustavo, é mais um passo rumo à construção de um país admirado".

As informações são de reportagem de Thais Bilenky na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247