Novo presidente do BNDES foi condenado por arrombar portões de condomínio

Gustavo Montezano foi condenado a pagar indenização a um condomínio em que morou em São Paulo, por ter arrombado dois portões. Motivo: queria dar continuidade à sua festa de aniversário, com mais de 30 convidados

Gustavo Montezano, novo presidente do BNDES
Gustavo Montezano, novo presidente do BNDES

247 - Indicado por Jair Bolsonaro para presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano foi condenado na Justiça a pagar indenização por danos materiais e morais a um condomínio em que morou em São Paulo.

O caso ocorreu em 2015. Segundo o jornalista Ivan Martínez-Vargas, da Folha de S. Paulo, Montezano arrombou dois portões do edifício no meio de uma madrugada, porque queria dar continuidade à sua festa de aniversário, com mais de 30 convidados, que havia sido iniciada em outro local.

O processo foi movido pelo condomínio em 2016. Para dar fim ao caso, foi fechado um acordo. Em junho de 2018, Montezano pagou R$ 28 mil, valor referente a um mês de aluguel do apartamento onde vivia, no Itaim Bibi (zona oeste), com um amigo.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247