IGP-10 registra desaceleração de 0,52% em maio

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) registrou alta de 0,52 por cento em maio após mostrar avanço de 1,27 por cento no mês anterior com forte desaceleração da inflação tanto no atacado quanto no varejo; de acordo com os dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, desacelerou a alta a 0,53 por cento, ante 1,45 por cento em abril

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) registrou alta de 0,52 por cento em maio após mostrar avanço de 1,27 por cento no mês anterior com forte desaceleração da inflação tanto no atacado quanto no varejo; de acordo com os dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, desacelerou a alta a 0,53 por cento, ante 1,45 por cento em abril
O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) registrou alta de 0,52 por cento em maio após mostrar avanço de 1,27 por cento no mês anterior com forte desaceleração da inflação tanto no atacado quanto no varejo; de acordo com os dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, desacelerou a alta a 0,53 por cento, ante 1,45 por cento em abril (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) registrou alta de 0,52 por cento em maio após mostrar avanço de 1,27 por cento no mês anterior com forte desaceleração da inflação tanto no atacado quanto no varejo.

De acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, desacelerou a alta a 0,53 por cento, ante 1,45 por cento em abril.

No IPA, os preços dos produtos agropecuários recuaram 1,29 por cento no mês, contra alta de 2,10 por cento em abril. Entre as maiores influências negativas, a soja teve queda de 4,23 por cento em maio, após subir 7,40 por cento no mês anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), que responde por 30 por cento do índice geral, subiu 0,57 por cento em maio, depois de avançar 1,01 por cento em abril.

Entre os destaques, os custos do grupo Habitação subiram 0,56 por cento neste mês, contra alta de 2,51 por cento em abril. Destacou-se o item tarifa de eletricidade residencial, cuja alta passou de 13,83 por cento para 0,95 por cento.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) avançou 0,37 por cento, ante 0,69 por cento no mês anterior.

O IGP-10 calcula a variação dos preços entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Por Camila Moreira)

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247