Ilan diz que política monetária do Brasil não muda com Trump

Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou que a política monetária no Brasil não muda com a eleição do presidente norte-americano, Donald Trump; ele também disse não acreditar que a condução da política de juros dos países desenvolvidos possa mudar e afirmou que os presidentes dos bancos centrais emergentes não estão combinando ações conjuntas diante da forte volatilidade dos mercados recentemente

Brasília - O novo presidente do BC, Ilan Goldfajn participa da Cerimônia de transferência do cargo de presidente do Banco Central (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - O novo presidente do BC, Ilan Goldfajn participa da Cerimônia de transferência do cargo de presidente do Banco Central (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta quarta-feira que a política monetária no Brasil não muda com a eleição do presidente norte-americano, Donald Trump, bem como não acredita que a condução da política de juros dos países desenvolvidos possa mudar.

Em entrevista à impresa internacional, Ilan reforçou que a última ata do Copom continua valendo e disse que os presidentes dos bancos centrais emergentes não estão combinando ações conjuntas diante da forte volatilidade dos mercados recentemente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247