J&F dá garantia de R$ 1,5 bi e MP libera volta de irmãos Batista à JBS

A Justiça federal de Brasília autorizou na noite desta terça-feira (13) a volta do empresário Wesley (foto) e Joesley Batista para o comando das empresas do grupo J&F, dono da JBS. A decisão foi tomada depois que o grupo J&F e o Ministério Público chegaram a um acordo para o depósito de R$ 1,5 bilhão em garantias para a liberação dos executivos

Wesley Batista, presidente-executivo da JBS, fala à Reuters durante o Reuters Latin American Investment Summit em São Paulo em 2011. A eficiência em custos e sinergias decorrentes da integração de mais de uma dúzia de aquisições feitas desde 2007 vão ajud
Wesley Batista, presidente-executivo da JBS, fala à Reuters durante o Reuters Latin American Investment Summit em São Paulo em 2011. A eficiência em custos e sinergias decorrentes da integração de mais de uma dúzia de aquisições feitas desde 2007 vão ajud (Foto: Leonardo Attuch)

A Justiça federal de Brasília autorizou na noite desta terça-feira (13) a volta do empresário Wesley e Joesley Batista para o comando das empresas do grupo J&F, dono da JBS. A decisão foi tomada depois que o grupo J&F e o Ministério Público chegaram a um acordo para o depósito de R$ 1,5 bilhão em garantias para a liberação dos executivos.

Os dois tinham sido afastados de suas funções no âmbito da Operação Greenfield, que investiga indícios de irregularidades nos investimentos de fundos de pensão. Eles fazem parte da lista de 40 pessoas que estão sendo investigadas pelas autoridades e tiveram mandados de condução coercitiva contra si expedidos na semana passada.

Os procuradores do Ministério Público Federal apontaram em relatório que embasou a Greenfield esquemas de superavaliação que envolveram as empresas de papel e celulose do grupo J&F, à época Florestal e Eldorado. Os fundos de pensão Funcef e Petros teriam saído prejudicados das operações. Segundo a decisão da Justiça que determinou o afastamento dos irmãos da J&F, esses esquemas teriam sido montados por eles.

Em contato com a Bloomberg, porta-vozes da JBS confirmaram que os dois voltarão ao comando da companhia e que foi convocada uma assembleia para esta quarta-feira (14) para ratificar a decisão do retorno deles.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247