JBS perde R$ 955 milhões em valor de mercado em um dia

Além de cair quase 4% na bolsa, a JBS perdeu quase R$ 1 bilhão de valor de mercado nesta segunda-feira; levantamento da provedora de informações financeiras Economatica aponta que o valor de mercado da JBS encolheu para R$ 23,194 bilhões no fechamento do pregão, ante R$ 24,149 no encerramento da sessão da última sexta-feira (15)

Visão geral de unidade da processadora de carne JBS, na cidade de Lapa, no Paraná 21/03/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Visão geral de unidade da processadora de carne JBS, na cidade de Lapa, no Paraná 21/03/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Além de cair quase 4% na bolsa, a JBS perdeu quase R$ 1 bilhão de valor de mercado nesta segunda-feira (18). Levantamento da provedora de informações financeiras Economatica aponta que o valor de mercado da JBS encolheu para R$ 23,194 bilhões no fechamento do pregão, ante R$ 24,149 no encerramento da sessão da última sexta-feira (15).

JBS ON recuou 3,95%, a R$ 8,50 o papel, após o conselho de administração da maior processadora de carne do mundo escolher José Batista Sobrinho como presidente-executivo, no lugar do seu filho Wesley, preso em investigação de insider trading (uso indevido de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro).

O resultado desta segunda interrompeu uma trajetória de valorização dos papéis da empresa. No acumulado na primeira quinzena do mês, o valor de mercado da JBS aumentou em R$ 491 milhões.

No acumulado no ano, a JBS encolheu até o fechamento desta segunda R$ 7,8 bilhões em valor de mercado, segundo a Economatica.

A mínima histórica foi registrada na sequência das delações dos donos da JBS envolvendo o presidente Michel Temer. No dia 22 de maio, o valor de mercado da companhia encolheu para R$ 16,317 bilhões. Já a máxima histórica foi registrada em 11 de setembro de 2015, quando a soma das ações da JBS atingiram R$ 49,66 bilhões em valor de mercado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247