Landau já pede a privatização da Petrobras

Ex-diretora do BNDES Elena Landau afirmou que o anúncio da privatização da Eletrobras "abre caminho para outras companhias. Por que não a Petrobras um dia?", questionou ela, durante entrevista ao Valor; por meio do Ministério de Minas e Energia, o governo de Michel Temer informou que vai propor a redução da participação da União no capital da Eletrobras

Ex-diretora do BNDES Elena Landau afirmou que o anúncio da privatização da Eletrobras "abre caminho para outras companhias. Por que não a Petrobras um dia?", questionou ela, durante entrevista ao Valor; por meio do Ministério de Minas e Energia, o governo de Michel Temer informou que vai propor a redução da participação da União no capital da Eletrobras
Ex-diretora do BNDES Elena Landau afirmou que o anúncio da privatização da Eletrobras "abre caminho para outras companhias. Por que não a Petrobras um dia?", questionou ela, durante entrevista ao Valor; por meio do Ministério de Minas e Energia, o governo de Michel Temer informou que vai propor a redução da participação da União no capital da Eletrobras (Foto: Leonardo Lucena)

247 – Ex-diretora do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a economista Elena Landau sugeriu a privatização da Petrobras.

Sobre a privatização da Eletrobras, ela disse ao Valor que, "provavelmente é a melhor notícia deste governo".

Elena elogiou o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho. "Não só porque é uma solução boa para a Eletrobras", disse Elena, que considera o meio mais ágil. "Abre caminho para outras companhias. Por que não a Petrobras um dia?", questionou.

O Ministério de Minas e Energia informou na segunda-feira (21) que vai propor a redução da participação da União no capital da Eletrobras. De acordo com a pasta, o objetivo da medida é dar mais competitividade e agilidade à empresa para gerir suas operações, sem as amarras impostas às estatais.

"Esse movimento permitirá à Eletrobras implementar os requisitos de governança corporativa exigidos no novo mercado, equiparando todos os acionistas – públicos e privados – com total transparência em sua gestão", disse o ministério.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247