Lava Jato e Zelotes: empresas investigadas representam 14% do PIB

Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta que as 32 companhias com ações já abertas em uma das duas investigações da Polícia Federal ou com inquéritos públicos nas operações somam cerca de R$ 760 bilhões em receita

Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta que as 32 companhias com ações já abertas em uma das duas investigações da Polícia Federal ou com inquéritos públicos nas operações somam cerca de R$ 760 bilhões em receita
Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta que as 32 companhias com ações já abertas em uma das duas investigações da Polícia Federal ou com inquéritos públicos nas operações somam cerca de R$ 760 bilhões em receita (Foto: Gisele Federicce)

247 – As empresas que estão oficialmente envolvidas em uma das principais operações realizadas pela Polícia Federal atualmente no Brasil, Lava Jato e Zelotes, representam, juntas, 14% do PIB, aponta um levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo. As receitas das 32 companhias somam cerca de R$ 760 bilhões. 

Reportagem de Fernando Scheller e Monica Scaramuzzo sobre a pesquisa traz a opinião de analistas sobre os números e o impacto que essas investigações podem trazer para a economia brasileira.

"Não é um número desprezível. Se considerado o impacto indireto sobre a cadeia do petróleo e construção pesada do País, o estrago é chocante, de proporções incomensuráveis", analisa o economista José Roberto Mendonça de Barros, sócio da MB Associados. "A questão que fica é: quais serão os impactos para o País, olhando daqui pra frente?", pergunta ele. 

O texto também traz a dimensão de quão devastadores foram esses efeitos para as próprias empresas – muitas quebraram, tiveram que vender ativos e outras entraram em recuperação judicial, isso sem falar nas milhares de demissões.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247