Levy defende idade mínima para a previdência

Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirma que a reforma da previdência avança com a opção de impor uma idade mínima e anos de contribuição: “tem que ter idade mínima, é o que está na Constituição”, disse; ele afirma, no entanto, que ‘é preciso reconhecer as pessoas que começam a trabalhar mais cedo. Outra coisa muito importante no modelo é olhar também os incentivos para as pessoas contribuírem, porque podem fazer um cálculo e achar melhor ficar na assistência do que na Previdência’

Brasília - Ministro da Fazenda, Joaquim Levy participa de audiência da comissão especial - PEC 004/15 - que discute a proposta de emenda à Constituição que prorroga a DRU (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Ministro da Fazenda, Joaquim Levy participa de audiência da comissão especial - PEC 004/15 - que discute a proposta de emenda à Constituição que prorroga a DRU (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)

247 – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, sinalizou que a reforma da previdência avança com a opção de impor uma idade mínima e anos de contribuição: “tem que ter idade mínima, é o que está na Constituição”, disse.

Em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’, ele afirma, no entanto, que ‘é preciso reconhecer as pessoas que começam a trabalhar mais cedo. Outra coisa muito importante no modelo é olhar também os incentivos para as pessoas contribuírem, porque podem fazer um cálculo e achar melhor ficar na assistência do que na Previdência’.

Ele também afirmou que o governo está preparado para cortar despesas federais, na segunda-feira, de forma a seguir orientação do Tribunal de Contas da União (TCU) – leia aqui.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247