Lucro do Bradesco cresce 3,2% em 2012

Resultado do quarto trimestre chega a R$ 2,8 bilhões, cifra 6,1% maior em comparação ao período de 2011; números do banco comandado pelo presidente do conselho, Lázaro de Melo Brandão, e pelo presidente executivo, Luiz Carlos Trabuco Cappi, foram divulgados nesta segunda-feira

Lucro do Bradesco cresce 3,2% em 2012
Lucro do Bradesco cresce 3,2% em 2012
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Segundo maior banco privado do País, o Bradesco deu início nesta segunda-feira à temporada de divulgação de balanços do quarto trimestre, anunciando que teve lucro líquido de R$ 2,893 bilhões no período. A cifra representa crescimento de 6,1% em comparação com o mesmo período de 2011. Ao longo de 2012, o lucro da instituição foi de R$ 11,381 bilhões, crescimento de 3,2% em relação ao ano anterior.

Em bases recorrentes, seu lucro ajustado somou 2,918 bilhões de reais, 5,3% maior no ano a ano. O banco fechou o ano com uma carteira de crédito apenas 11,5 por cento maior, a 385,529 bilhões de reais, abaixo da previsão da própria instituição, que já tinha sido reduzida em julho para alta entre 14 e 18 por cento. A previsão inicial era de 18 a 22 por cento de expansão.

O banco registrou um salto de 15,2% no lucro da área de seguros, na passagem do terceiro para o quarto trimestre, impulsionado por um avanço de 30,8% nas receitas com prêmios. Mas isso não evitou a queda de 2,1% na rentabilidade do Bradesco medida pelo retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio, a 19,2%, também no ano a ano.

Os ativos totais do banco fecharam o ano totalizando 879,1 bilhões de reais, crescimento de 15,4 por cento sobre dezembro de 2011. O índice de Basileia estava em 16 por cento no fim de 2012. Para 2013, o Bradesco prevê que sua carteira de crédito total crescerá de 13 a 17%, faixa válida para pessoas físicas e jurídicas. A expectativa da instituição é de que sua margem financeira evolua de 7 a 11% neste ano e que as receitas com prestação de serviços avancem de 9 a 13%.

Com informações da Reuters

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247