Lula tenta evitar voto de Meirelles ao PSB

Campanha da presidente Dilma Rousseff colocou o ex-presidente Lula em ação para impedir que Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central em seu governo, declare voto em Marina Silva; com promessas ao financiamento privado, a candidata do PSB se aproxima do setor bancário e já conta com o apoio de parte da família Setubal, do Itaú Unibanco

Campanha da presidente Dilma Rousseff colocou o ex-presidente Lula em ação para impedir que Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central em seu governo, declare voto em Marina Silva; com promessas ao financiamento privado, a candidata do PSB se aproxima do setor bancário e já conta com o apoio de parte da família Setubal, do Itaú Unibanco
Campanha da presidente Dilma Rousseff colocou o ex-presidente Lula em ação para impedir que Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central em seu governo, declare voto em Marina Silva; com promessas ao financiamento privado, a candidata do PSB se aproxima do setor bancário e já conta com o apoio de parte da família Setubal, do Itaú Unibanco (Foto: Roberta Namour)

247 – Diante da aproximação de Marina Silva com o setor bancário, a campanha de Dilma Rousseff colocou o ex-presidente Lula em ação para evitar que Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central em seu governo, declare voto na candidata do PSB. A manobra foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo.

“Uma manifestação de Meirelles selará de vez o apoio do mercado financeiro à adversária, na visão da equipe de Dilma Rousseff. Marina abraçou a tese mais cara ao setor --a independência do Banco Central-- e tem apoio de parte da família Setubal, do Itaú Unibanco”, disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247