Maioria dos desempregados depende de bicos e da família, diz pesquisa

Entre os trabalhadores que perderam o emprego, a maioria vive de bicos, mas, para quase um terço deles, a renda vem da ajuda de pais, cônjuges ou familiares

Maioria dos desempregados depende de bicos e da família, diz pesquisa
Maioria dos desempregados depende de bicos e da família, diz pesquisa (Foto: Edilson Rodrigues)

247 - Viver de trabalhos temporários ou até mesmo voltar para a casa dos pais tem sido alternativa para parte dos 13 milhões de brasileiros que estão desempregados no país. É isso que aponta uma pesquisa encomendada pelo jornal O Tempo divulgada neste domingo. Entre os que perderam o emprego, a maioria (37,2%) vive de bicos, mas, para 28,6%, a renda vem da ajuda de pais, cônjuges ou familiares.

O professor de comportamento organizacional da Fundação Dom Cabral (FDC), Anderson Sant’anna, ouvido pelo jornal, diz que fenômeno de retorno para casa dospais tem nome: geração canguru.

“Com uma taxa de desemprego elevada, muita gente não tem outra alternativa senão voltar a morar com os pais. É algo que tende a se agravar com a 4ª Revolução Industrial que estamos vivendo. O surgimento de novas tecnologias pode até acabar com alguns postos de trabalho, mas vai criados outros mais ligados à robótica e à automação. Entretanto, quem perde o emprego agora, na faixa dos 40, precisa de um tempo para se requalificar. Isso, certamente, vai intensificar essa geração canguru”, avalia.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247