Marcos Lisboa: “governo dá sinais na contramão”

Ex-secretário do Ministério da Fazenda no governo Lula, o presidente do Insper, Marcos Lisboa, avalia que o governo Temer "dá sinais na contramão", por exemplo, "quando a Caixa volta a financiar Estados";" Como é que podem usar dinheiro dos trabalhadores [recursos do FGTS] para capitalizar a Caixa?", questiona

Marcos Lisboa Insper 
Marcos Lisboa Insper  (Foto: Gisele Federicce)

247 - Ex-secretário de Polícia Econômica do governo Lula, o presidente do Insper, Marcos Lisboa, avalia que o governo Michel Temer "dá sinais na contramão".

Como exemplo, ele cita, em entrevista à Folha, a recente sanção da presidência de lei que permite capitalizar a Caixa Econômica Federal com recursos do FGTS. 

"O governo dá sinais na contramão quando a Caixa volta a financiar Estados. Como é que podem usar dinheiro dos trabalhadores [recursos do FGTS] para capitalizar a Caixa?", questiona.

O economista acredita também que a mudança na 'regra de ouro', que vem sendo estudada pelo governo para que Temer não seja implicado por crime de responsabilidade, "talvez seja inevitável", mas deve vir com "contrapartidas".

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247