Meirelles evita política e diz estar focado no banco Original

Cotado para o Ministério da Fazenda em eventual governo de Michel Temer, o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles decidiu se dedicar à reinvenção do banco Original, controlado pelos mesmos donos da gigante de alimentos JBS, cujo número de clientes pretende elevar de 5.500 para 2 milhões em dez anos; "Não perco tempo com hipóteses. Neste momento meu trabalho está focado nesse novo banco", disse

Brasilia - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, empossa hoje Luiz Awazu Pereira no cargo de diretor de Assuntos Internacionais.
Brasilia - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, empossa hoje Luiz Awazu Pereira no cargo de diretor de Assuntos Internacionais. (Foto: Roberta Namour)

247 – O nome mais cotado para o Ministério da Fazenda em eventual governo de Michel Temer, o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles evita falar sobre o cenário político e decidiu se dedicar à reinvenção do banco Original, controlado pelos mesmos donos da gigante de alimentos JBS, cujo número de clientes pretende elevar de 5.500 para 2 milhões em dez anos.

"Não perco tempo com hipóteses. Neste momento meu trabalho está focado nesse novo banco", disse ele, hoje presidente do Conselho da J&F, holding do grupo que produz as marcas Friboi, Seara, Vigor e Havaianas.

De acordo com Meirelles, o banco já investiu R$ 600 milhões na sua plataforma digital. Vai oferecer de crédito a investimento, com operações todas fechadas pela internet e por meio de aplicativos (leia aqui).

Segundo a colunista Mônica Bergamo, Meirelles sai na frente de Armínio Fraga para o cargo de ministro. “A imagem de Armínio Fraga seria colada demais à do senador e ex-presidenciável tucano Aécio Neves, o que desagradaria a Michel Temer, segundo interlocutores diretos do vice”, diz.

Afirma ainda que, ex-presidente do Banco Central do governo de Fernando Henrique Cardoso, Fraga traria à memória também um período de recessão e desemprego no país. Já Henrique Meirelles ocupou o mesmo cargo no período de acelerado crescimento do governo Lula.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247