Meirelles fracassa e Temer deve anunciar rombo de R$ 159 bi

O suposto ajuste fiscal do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fracassou e o governo se prepara para anunciar um novo rombo para os anos de 2017 e 2018; o anúncio das novas previsões de ficar em torno de um deficit de R$ 159 bilhões para os dois anos; Michel Temer vai definir nesta segunda-feira (14) os últimos detalhes para o anúncio da revisão das metas fiscais e as medidas de redução dos gastos e aumento da arrecadação necessárias para o governo fechar as contas

Brasília - Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente Michel Temer durante anuncio do pacote de medidas econômicas (Beto Barata/PR)
Brasília - Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente Michel Temer durante anuncio do pacote de medidas econômicas (Beto Barata/PR) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O fracasso das políticas econômicas de Henrique Meirelles será coroado nesta semana, com a ampliação do rombo fiscal para 2017 e 2018.

O anúncio das novas previsões, que devem ficar em torno de um deficit de R$ 159 bilhões para os dois anos, deve ser feito após nova reunião entre Michel Temer sua equipe política e econômica.

A expectativa de integrantes do governo é que a divulgação dos números e do conjunto de medidas seja feita ainda nesta segunda, depois do encontro no Planalto.

Temer tentou, durante reuniões no fim de semana, alinhar o discurso entre os ministros da área política, como Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Moreira Franco (Secretaria-Geral), e os da área econômica, Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento).

Apesar de haver certo consenso no governo de que a ampliação do deficit de 2017 deve ser de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões, e a do ano que vem, de R$ 129 bilhões também para R$ 159 bilhões, há divergências sobre como chegar a esse patamar.

Meirelles, por exemplo, insiste que o rombo de 2018 deve ser menor que o de 2017, cerca de R$ 149 bilhões, na tentativa de passar ao mercado a mensagem de que há trajetória de redução do deficit.

As informações são de reportagem de Lais Alegretti e Marina Dias na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247