Mercado se adapta a Haddad: bolsa dispara e dólar cai

O favoritismo de Fernando Haddad, que abriu oito pontos em relação a Jair Bolsonaro, já foi aceito pelo mercado financeiro; na sessão desta quinta-feira, a Bovespa alcançou 80 mil pontos e o dólar foi negociado abaixo de 4 reais; o motivo: embora não assumam, todos os agentes do mercado sabem que Haddad fez uma gestão responsável à frente da prefeitura de São Paulo, tem perfil moderado e conduzirá a economia de forma consistente na presidência da República, caso vença as eleições

Mercado se adapta a Haddad: bolsa dispara e dólar cai
Mercado se adapta a Haddad: bolsa dispara e dólar cai

247 - O favoritismo de Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, que abriu oito pontos de vantagem no segundo turno em relação ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), segundo a pesquisa Instituto Brasilis e divulgada no portal Infomoney, já foi aceito pelo mercado financeiro.

Às 11h44 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 1,50%, a 79.833 pontos. O contrato de dólar futuro com vencimento em outubro tinha queda de 1,34%, cotado a R$ 3,950, e o dólar comercial recuava 1,17%, para R$ 3,980.sessão desta quinta-feira.

O motivo: embora não assumam, todos os agentes do mercado sabem que Haddad fez uma gestão responsável à frente da prefeitura de São Paulo, tem perfil moderado e conduzirá a economia de forma consistente na presidência da República, caso vença as eleições. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247