Ministério da Economia prevê rombo de 12% do PIB para setor público em 2020

Projeções do Ministério da Economia consideraram uma retração de 6,5% para o PIB deste ano. Estimativa é que o déficit primário do setor público consolidado chegue a R$ 828,6 bilhões neste exercício

Moedas de 1 real
Moedas de 1 real (Foto: REUTERS/Bruno Domingos)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Ministério da Economia previu nesta quinta-feira que o déficit primário do setor público consolidado será de 828,6 bilhões de reais em 2020, equivalente a 12% do Produto Interno Bruto (PIB), numa piora frente ao patamar de 9,9% calculado antes.

Para sua nova conta, a Secretaria Especial da Fazenda considerou uma retração de 6,5% para o PIB, retirada da pesquisa Focus do Banco Central com economistas. Antes, tinha levado em conta a projeção de queda de 4,7% para a economia, que segue sendo a estimativa oficial da pasta.

A estimativa é que apenas as medidas para o enfrentamento à crise com o coronavírus terão um impacto no primário de 521,3 bilhões de reais, ante 417,7 bilhões de reais antes.

No fechamento do ano, a expectativa é de que a dívida bruta subirá a 98,2% do PIB ao fim de 2020, também considerando um tombo do PIB de 6,5%, contra patamar de 93,5% do PIB calculado em maio.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247