Miriam Leitão destaca prejuízos da Carne Fraca para cadeia de frango

Coluna de Miriam Leitão destaca que a terceira fase da Operação Carne Fraca, além de diversos funcionários do grupo, pode causar prejuízos à exportação da carne e derivados de frango; temor é que a troca de e-mails – que atestariam adulteração de laudos técnicos e sanitários – apesar de ter acontecido em 2014 – venha a ser utilizado pelos concorrentes para ganhar espaço do produto brasileiro no mercado internacional

abatedouro frango frigorifico
abatedouro frango frigorifico (Foto: Paulo Emílio)

247 - Análise do jornalista Alvaro Gribel, na coluna de Miriam Leitão, no jornal O Globo, destaca que a terceira fase da Operação Carne Fraca, deflagrada nesta terça-feira (6) pela Polícia Federal e que levou à prisão um ex-presidente da BRF , além de diversos funcionários do grupo, pode causar prejuízos à exportação da carne e derivados de frango.

"No ano passado, o impacto da primeira fase da operação nas exportações foi pequeno, explica o presidente da AEB, José Augusto de Castro, porque o preço do frango teve alta de 8,5% em dólares. Desta vez, ele avalia que pode ser diferente", destaca o texto. Para ele, os preços internacionais já registram queda de 6,2% e o país já reduziu as exportações de carne de frango congelada em 31%.

O temor é que a troca de e-mails – que atestariam adulteração de laudos técnicos e sanitários – apesar de ter acontecido em 2014 – venha a ser utilizado pelos concorrentes para ganhar espaço do produto brasileiro. Além disso, com a queda das ações da BRF na bolsa de valores os fundos de pensão Petros e Previ, maiores acionistas, também registraram perdas significativas sobre o patrimônio.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247