No mundo da fantasia,Temer diz ao Valor que a economia deu certo

Com 13 milhões de desempregados, produzindo 33% dos demitidos no mundo e com montadoras voltando 11 anos no tempo, Michel Temer diz ao jornal Valor que seu governo é um estrondoso sucesso econômico; a questão é: em que universo paralelo ele vive?

Brasília - Presidente Michel Temer durante anúncio do calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em cerimônia no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Presidente Michel Temer durante anúncio do calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em cerimônia no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Ignorando os 13 milhões de desempregados e a recessão recorde, Michel Temer afirmou que a política econômica de sua administração é um sucesso. Segundo ele, a economia "deu certo, até num prazo recorde" e o governo avançou na área social. Também desconsiderando os indicadores econômicos mais recente, Temer diz que a intensidade das críticas coincide com os primeiros êxitos e sinais de retomada da economia.

Em entrevista ao Valor, Temer tenta ainda se apropriar da bandeira da transposição do rio São Francisco, no Nordeste, uma iniciativa do ex-presidente Lula.

"Quando olha para seu período no Palácio do Planalto, Temer avalia que o governo deu mais certo do que se poderia esperar para quem está no cargo há menos de um ano. Já contabiliza 52 propostas aprovadas no Congresso, entre as emendas constitucionais (a DRU, a PEC do Teto e a do fim da presença obrigatória da Petrobras no pré-sal), a reforma do ensino médio, da qual ouviu falar pela primeira vez em 1997, e a revisão da meta. A admissibilidade da reforma da Previdência foi declarada em menos de dez dias por uma comissão especial do Congresso."

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247