Nobel de Economia 2020 premia 'melhoria da teoria de leilões'

O Nobel de Economia foi entregue a dois norte-americanos professores da Universidade Stanford, Paul R. Milgrom e Robert B. Wilson

Paul Milgrom e Robert Wilson
Paul Milgrom e Robert Wilson (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os norte-americanos professores da Universidade Stanford, Paul R. Milgrom, de 72 anos, e Robert B. Wilson, 83 anos, ganharam nesta segunda-feira (12) o Nobel de Economia por promoverem a melhoria da teoria e inventarem novas formas de leilões.

"Os vencedores deste ano estudaram como funcionam os leilões. Eles também usaram seus insights para criar um novo leilão e formatos para bens e serviços que são difíceis de vender de uma forma tradicional, como frequências de rádio. Suas descobertas beneficiaram vendedores, compradores e contribuintes de todo o mundo. Os leilões estão por toda a parte e afetam o nosso dia a dia", declarou a Real Academia de Ciências da Suécia.

Os vencedores dividirão o prêmio de cerca de R$ 6,3 milhões (10 milhões de coroas suecas).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247