Padilha: governo pode ajudar Oi a encontrar novo sócio

“Não há hipótese de entrarmos com recursos financeiros”, afirmou Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil; no entanto, ele sugeriu uma mudança no bloco acionário; “Nossos agentes no sistema financeiro estarão prontos para prestar uma colaboração no sentido de intermediar, preparar um projeto de busca de parcerias, se for o caso, para essa empresa”

Brasília - O ministro da Aviação, Eliseu Padilha, apresenta o resultado da Pesquisa Permanente de Satisfação do Passageiro no terceiro trimestre (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Brasília - O ministro da Aviação, Eliseu Padilha, apresenta o resultado da Pesquisa Permanente de Satisfação do Passageiro no terceiro trimestre (Marcello Casal Jr/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Ao comentar a crise da Oi, que pediu recuperação judicial, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que o governo não irá socorrer financeiramente a Oi, mas sugeriu uma mudança de controle.

“Não há hipótese de entrarmos com recursos financeiros”, disse ele. No entanto, ele propôs uma saída. “Nossos agentes no sistema financeiro estarão prontos para prestar uma colaboração no sentido de intermediar, preparar um projeto de busca de parcerias, se for o caso, para essa empresa”.

Até agora, quem mais demonstra interesse pela companhia é o bilionário egípcio Naguib Sawiris (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email