Padilha: governo vai usar reserva de R$38 bi para evitar contingenciamento

“Havia ficado uma reserva de 38 bilhões de reais no Orçamento, sem destinação, para cobrir emergências. Como a receita não correspondeu, temos que cobrir esse buraco”, afirmou o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; segundo ele, o contingenciamento “não passa pela cabeça” do presidente interino Michel Temer neste momento, porque um novo corte paralisaria as operações do governo, mas a receita não deve voltar a crescer este ano, mesmo com a melhoria do cenário econômico

Brasília - Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha durante coletiva de imprensa sorbe a previdência social (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha durante coletiva de imprensa sorbe a previdência social (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal vai usar uma reserva de 38 bilhões de reais prevista no Orçamento de 2016 sem destinação específica para evitar um corte nos gastos, afirmou nesta quinta-feira o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

“Havia ficado uma reserva de 38 bilhões de reais no Orçamento, sem destinação, para cobrir emergências. Como a receita não correspondeu, temos que cobrir esse buraco”, afirmou o ministro em entrevista a agências internacionais.

De acordo com Padilha, o contingenciamento “não passa pela cabeça” do presidente interino Michel Temer neste momento, porque um novo corte paralisaria as operações do governo. Mas a receita não deve voltar a crescer este ano, mesmo com a melhoria do cenário econômico.

“Receita demora mais para responder. Vamos ter efeito dessa retomada no ano que vem”, disse.

(Por Lisandra Paraguassu)

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247