Para Delfim, Temer já reverteu expectativas

“Com todas as idas e vindas, os fatos mostram que a visão interna e externa do Brasil está mudando — e para melhor — numa velocidade nada desprezível”, diz o ex-ministro Delfim Netto; ele cita que ‘a queda do PIB e a queda do emprego estão diminuindo; a expectativa de retração de 2016 está menor; também fala da “a profunda mudança política produzida pela eleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara Federal e o seu melhor entendimento com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o que deverá acelerar a aprovação do programa de ajuste fiscal”

“Com todas as idas e vindas, os fatos mostram que a visão interna e externa do Brasil está mudando — e para melhor — numa velocidade nada desprezível”, diz o ex-ministro Delfim Netto; ele cita que ‘a queda do PIB e a queda do emprego estão diminuindo; a expectativa de retração de 2016 está menor; também fala da “a profunda mudança política produzida pela eleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara Federal e o seu melhor entendimento com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o que deverá acelerar a aprovação do programa de ajuste fiscal”
“Com todas as idas e vindas, os fatos mostram que a visão interna e externa do Brasil está mudando — e para melhor — numa velocidade nada desprezível”, diz o ex-ministro Delfim Netto; ele cita que ‘a queda do PIB e a queda do emprego estão diminuindo; a expectativa de retração de 2016 está menor; também fala da “a profunda mudança política produzida pela eleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara Federal e o seu melhor entendimento com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o que deverá acelerar a aprovação do programa de ajuste fiscal” (Foto: Roberta Namour)

247 – Para o ex-ministro Antonio Delfim Netto, o presidente interino, Michel Temer (PMDB) está conseguindo despertar a esperança dos brasileiros na superação dos graves problemas:

“Com todas as idas e vindas, os fatos mostram que a visão interna e externa do Brasil está mudando — e para melhor — numa velocidade nada desprezível”, diz.

Ele cita que ‘a queda do PIB e a queda do emprego estão diminuindo; a expectativa de retração de 2016 está menor e, para 2017, se generaliza a esperança de um crescimento positivo; a expectativa de inflação continua a reduzir-se (efeito da afirmação de que a "meta" é o objetivo para 2017)’.

Também fala da “a profunda mudança política produzida pela eleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara Federal e o seu melhor entendimento com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o que deverá acelerar a aprovação do programa de ajuste fiscal” - leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247