Para se salvar, Temer mais que dobra liberação de emendas em outubro

Um dia antes do plenário da Câmara votar a denúncia contra Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, o governo abre o cofre segue em ritmo frenético de liberação de emendas parlamentares; neste mês de outubro, Temer mais que dobrou a liberação de emendas parlamentares, se comparado com setembro ou agosto; empenho de emendas individuais, que havia ficado em R$ 138 milhões em agosto e R$ 273 milhões em setembro, saltou para R$ 687 milhões apenas nos primeiros 23 dias de outubro

Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 12/07/2017 REUTERS/Adriano Machado
Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 12/07/2017 REUTERS/Adriano Machado (Foto: Aquiles Lins)

247 - Um dia antes do plenário da Câmara votar a denúncia contra Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) por organização criminosa e obstrução de Justiça, o governo abre o cofre segue em ritmo frenético de liberação de emendas parlamentares. 

O governo Trmer mais que dobrou a liberação de emendas parlamentares neste mês de outubro, se comparado com setembro ou agosto. De acordo com dados da Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara, divulgados pelo portal G1, o empenho de emendas individuais, que havia ficado em R$ 138 milhões em agosto e R$ 273 milhões em setembro, saltou para R$ 687 milhões apenas nos primeiros 23 dias de outubro.

 

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247