Petrobras ainda não definiu mudanças em preços dos combustíveis, diz Parente

Presidente da Petrobras rebateu especulações de que poderia reduzir o preço da gasolina para controlar a inflação e disse que a estatal não tem prazo, nem decisão tomada, sobre qualquer mudança na precificação de combustíveis; "Não há decisão tomada. Nós estamos definindo qual será nossa política (de preços), mas essa política tem sim como base a paridade internacional e que toda empresa tem que ter a sua margem", afirmou

Brasília - O presidente indicado para a Petrobrás, Pedro Parente durante coletiva (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - O presidente indicado para a Petrobrás, Pedro Parente durante coletiva (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - A Petrobras não tem prazo, nem decisão tomada, sobre qualquer mudança na precificação de combustíveis, disse nesta quarta-feira o presidente da estatal, Pedro Parente, rebatendo uma reportagem publicada mais cedo que afirmava que a empresa faria uma redução na gasolina até o fim do ano.

"Não há decisão tomada. Nós estamos definindo qual será nossa política (de preços), mas essa política tem sim como base a paridade internacional e que toda empresa tem que ter a sua margem", disse o executivo a repórteres, ao fim de um evento com empresários no Rio de Janeiro.

O jornal O Globo disse nesta quarta, citando fontes próximas à direção da Petrobras, que a empresa estuda reduzir o preço da gasolina, com chances de ajuste até o fim do ano.

(Por Marta Nogueira)

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247