Petrobras ajuda a segurar a inflação, mas corta investimentos

Estataldeve rever poltica de crescimento aps evitar o aumento do preo dos combustveis

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_A Petrobras ouviu o Governo Federal e segurou o aumento do preço dos combustíveis nos últimos meses. O objetivo era segurar o aumento da inflação, que poderia arranhar a imagem dos primeiros meses de governo da presidenta Dilma Rousseff. A orientação oficial pode ter custado, pelo menos, R$ 1,65 bilhão aos cofres da companhia. Mais grave, porém, é o que vem pela frente. A equipe técnica da Petrobras está refazendo as contas sobre os investimentos para este e os próximos três anos. E o prejuízo para o crescimento pode ter sido grande.

Pelas contas, que o jornal O Globo teve acesso, a Petrobras teria que cortar US$ 35 bilhões do seu orçamento. Os planos para o período 2011-2015 deveriam ter sido apresentados ao mercado na sexta-feira 13 junto com a divulgação de resultados do primeiro trimestre, quando a companhia lucrou R$ 11 bilhões no período. Mas, com os acontecimentos dos últimos meses, os executivos precisaram voltar para as calculadoras.

Os analistas do mercado financeiro, porém, não acreditam que a Petrobras realizará cortes no orçamento. Atualmente, a companhia teria US$ 224 bilhões para investimento e um cronograma rígido de exploração e produção, principalmente na camada do pré-sal. Mas, esse valor não foi aprovado pelo conselho de administração, que pediu revisão para saber se o fluxo de caixa projetado sustentará esse desembolso.

Em nota oficial, a Petrobras disse que o plano ainda está em análise e sem data para ser divulgado. "Qualquer número em relação aos investimentos previstos ou informação a respeito de detalhes do Plano são mera especulação", divulgou a companhia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email