Petrobras anuncia prejuízo de R$ 16 bilhões

A Petrobras teve prejuízo de R$ 16,458 bilhões no 3º trimestre de 2016, segundo anunciou a estatal nesta quinta (10); "Esse resultado decorre, principalmente, do impairment de ativos (reavaliação de ativos) e de investimentos em coligadas no valor de R$ 15,709 bilhões", disse a empresa em comunicado; no acumulado no ano, a petroleira passa a ter prejuízo de R$ 17,334 bilhões; entre os fatores anunciados, no balanço, que influenciaram no resultado estão a apreciação do real frente ao dólar, a variação do preço do petróleo e despesas maiores com o programa de demissão voluntária; em meio à crise detonada pela Lava Jato e pela queda dos preços internacionais do petróleo, o endividamento líquido da Petrobras chegou a R$ 332,39 bilhões

A Petrobras teve prejuízo de R$ 16,458 bilhões no 3º trimestre de 2016, segundo anunciou a estatal nesta quinta (10); "Esse resultado decorre, principalmente, do impairment de ativos (reavaliação de ativos) e de investimentos em coligadas no valor de R$ 15,709 bilhões", disse a empresa em comunicado; no acumulado no ano, a petroleira passa a ter prejuízo de R$ 17,334 bilhões; entre os fatores anunciados, no balanço, que influenciaram no resultado estão a apreciação do real frente ao dólar, a variação do preço do petróleo e despesas maiores com o programa de demissão voluntária; em meio à crise detonada pela Lava Jato e pela queda dos preços internacionais do petróleo, o endividamento líquido da Petrobras chegou a R$ 332,39 bilhões
A Petrobras teve prejuízo de R$ 16,458 bilhões no 3º trimestre de 2016, segundo anunciou a estatal nesta quinta (10); "Esse resultado decorre, principalmente, do impairment de ativos (reavaliação de ativos) e de investimentos em coligadas no valor de R$ 15,709 bilhões", disse a empresa em comunicado; no acumulado no ano, a petroleira passa a ter prejuízo de R$ 17,334 bilhões; entre os fatores anunciados, no balanço, que influenciaram no resultado estão a apreciação do real frente ao dólar, a variação do preço do petróleo e despesas maiores com o programa de demissão voluntária; em meio à crise detonada pela Lava Jato e pela queda dos preços internacionais do petróleo, o endividamento líquido da Petrobras chegou a R$ 332,39 bilhões (Foto: Valter Lima)

247 - A Petrobras teve prejuízo de R$ 16,458 bilhões no 3º trimestre de 2016, informou a estatal nesta quinta-feira (10). 

"Esse resultado decorre, principalmente, do impairment de ativos (reavaliação de ativos) e de investimentos em coligadas no valor de R$ 15,709 bilhões", disse a estatal em comunicado.

No acumulado no ano, a petroleira passa a ter prejuízo de R$ 17,334 bilhões.

No 2º trimestre, a Petrobras tinha registrado lucro líquido de R$ 370 milhões, após uma sequência 3 trimestres de prejuízo. No mesmo período do ano passado, a empresa tinha registrado perda de R$ 3,759 bilhões.

Entre os fatores anunciados, no balanço, que influenciaram no resultado estão a apreciação do real frente ao dólar, a variação do preço do petróleo e despesas maiores com o programa de demissão voluntária.

"A Petrobras não espera que ocorram nos próximos trimestres outros eventos com impactos do teste de paridade como os que ocorreram nesse trimestre", disse o diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Ivan Monteiro.

Em meio à crise detonada pela Lava Jato e pela queda dos preços internacionais do petróleo, o endividamento líquido da Petrobras passou de um patamar de R$ 100 bilhões no final de 2011 para R$ 332,39 bilhões no final de junho.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247