Petrobrás avança processo para privatizar BR Distribuidora

Na sequência do desmonte do patrimônio público promovido pelo governo Jair Bolsonaro, a BR Distribuidora divulgou prospecto preliminar de oferta pública secundária de ações, na qual a sua controladora Petrobras buscará vender de 25% a 33,75% du participação acionária na subsidiária, em processo que pode privatizar a maior distribuidora de combustíveis do Brasil

(Foto: REUTERS/Sergio Moraes)

Reuters - A BR Distribuidora divulgou prospecto preliminar de oferta pública secundária de ações nesta quarta-feira, na qual a sua controladora Petrobras buscará vender de 25% a 33,75% do capital social da subsidiária, em processo que pode privatizar a maior distribuidora de combustíveis do Brasil.

A oferta total de ações dependerá do exercício de lotes adicional e suplementar.

A empresa informou que a data de início da oferta será divulgada mediante a divulgação do anúncio de início, com data estimada para 24 de julho.

“O pedido de registro da oferta encontra-se atualmente sob a análise da CVM, estando a oferta sujeita à sua prévia aprovação”, disse a Petrobras, destacando que não haverá registro da oferta ou das ações no exterior.

O conselho de administração da petroleira estatal havia aprovado em maio a venda de uma participação adicional na BR, reduzindo sua fatia na empresa para menos de 50%.

Atualmente, a Petrobras detém uma participação de 71,25% na BR Distribuidora, após ter feito no final de 2017 uma oferta inicial de ações da subsidiária (IPO, na sigla em inglês) que levantou cerca de 5 bilhões de reais

Por Marta Nogueira

Ao vivo na TV 247 Youtube 247