Petrobras cancela palestra de economista que disse que Bolsonaro "é qualquer coisa menos liberal"

Petrobrás cancelou a palestra que a economista estadunidense Deirdre McCloskey faria nesta segunda-feira, 27, para seus funcionários, três dias depois dela ter criticado o governo de Jair Bolsonaro

(Foto: Taylor Glascock)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Petrobras cancelou a palestra que a economista americana Deirdre McCloskey faria nesta segunda-feira, 27, para seus funcionários. 

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, publicada na sexta-feira, 24, McCloskey disse que os governos de Donald Trump e de Jair Bolsonaro “são qualquer coisa menos  liberais”.

A palestra que a economista e professora na Universidade de Chicago entre 1968 e 1980 – época em que o ministro brasileiro da Economia, Paulo Guedes, passou por lá, estava prevista para começar às 16h, com o tema "O cerne da liberdade é a liberdade econômica". 

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o cancelamento foi anunciado aos empregados por volta das 10h desta segunda. O texto não explica as razões do cancelamento e diz que convite para o próximo evento da série será enviado em breve.

A palestra de McCloskey seria transmitida ao vivo pela rede interna da Petrobras, assim como outros eventos da série Diálogos da transição, que foi iniciada em junho de 2019. A economista seria remunerada pela apresentação, mas a Petrobras não informou o valor ao ser questionada pela reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247