Petrobras conclui venda de participação em subsidiária na Argentina

A Petrobras finalizou nesta quarta (27) a operação de venda da totalidade de sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (PESA) para a Pampa Energía; o negócio chegou a US$ 897 milhões; segundo a Petrobras, a operação, realizada por meio de processo competitivo, é parte importante do plano de desinvestimentos (venda de ativos) da empresa  

A Petrobras finalizou nesta quarta (27) a operação de venda da totalidade de sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (PESA) para a Pampa Energía; o negócio chegou a US$ 897 milhões; segundo a Petrobras, a operação, realizada por meio de processo competitivo, é parte importante do plano de desinvestimentos (venda de ativos) da empresa
 
A Petrobras finalizou nesta quarta (27) a operação de venda da totalidade de sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (PESA) para a Pampa Energía; o negócio chegou a US$ 897 milhões; segundo a Petrobras, a operação, realizada por meio de processo competitivo, é parte importante do plano de desinvestimentos (venda de ativos) da empresa   (Foto: Valter Lima)

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil

A Petrobras finalizou hoje (27) a operação de venda da totalidade de sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (PESA) para a Pampa Energía. O negócio chegou a US$ 897 milhões. Segundo a Petrobras, a operação, realizada por meio de processo competitivo, é parte importante do plano de desinvestimentos (venda de ativos) da empresa.

Recentemente, a Petrobras vendeu a totalidade de sua participação na Petrobras Chile Distribuición, subsidiária de distribuição chilena.

A venda da participação na subsidiária argentina também contemplou um acordo para operações subsequentes, visando à aquisição por parte da Petrobras de 33,6% da concessão de Rio Neuquen, que são áreas com grande potencial de produção de gás natural na Argentina, e de 100% do ativo de Colpa Caranda, que são campos de produção de gás natural na Bolívia, por um valor total de US$ 52 milhões.

Essa negociação, no entanto, está sujeita a aprovação pelo Conselho de Administração da PESA.

Os ativos de Rio Neuquen e Colpa Caranda têm valor estratégico para a Petrobras, pois apresentam grande potencial de produção de gás natural, especialmente em Rio Neuquen, onde há estimativas de haver grandes reservas de gás natural não convencional.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247