Planos de saúde ficaram 88% mais caro em dez anos, alta maior que da inflação

O valor dos planos de saúde aumentaram 88,33%, uma diferença de 11 pontos percentuais na comparação com o ICV (77,32%). Os dados comparam preços dentro do índice de Custo de Vida (ICV) do Dieese

247 - O núcleo de pesquisas do Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, informou que o reajuste dos planos de saúde foi bem maior que a inflação nos últimos dez anos. Os dados comparam preços dentro do índice de Custo de Vida (ICV) do Dieese. O valor dos planos de saúde aumentou 88,33%, uma diferença de 11 pontos percentuais na comparação com o ICV (77,32%). De acordo com o Procon, se comparado à inflação IPC-SP da Fipe, que foi de 69, 34% no período, a variação foi de 20 pontos percentuais.

No ICV são levados em consideração preços de alimentação, habitação, transporte, educação e leitura, saúde, recreação, vestuário, despesas pessoais e equipamentos domésticos.

“Em consonância com decisões judiciais, o Procon-SPconsidera que independentemente da data de assinatura e do tipo de contrato, o consumidor que completar 60 anos não poderá ter seu plano reajustado pelo critério de mudança por faixa etária”, comunica o órgão, em nota.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247