População defende guinada econômica, com volta do investimento público e fim do modelo Guedes

Pesquisa do mercado financeiro aponta que 52% do eleitorado brasileiro acredita que a economia está sendo conduzida de forma errática pelo ministro Paulo Guedes. Outros 62% da população defendem mais investimentos públicos para estimular e recuperar a economia

(Foto: Reuters | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deterioração da imagem de Jair Bolsonaro, apontada pela pesquisa XP/Ipesp divulgada nesta segunda-feira (4), também derrubou a confiança da população quanto a condução da política econômica. Segundo o levantamento, 52% do eleitorado brasileiro acredita que a economia está sendo conduzida de forma errática pelo ministro Paulo Guedes. Ainda conforme a pesquisa, 62% da população defende uma mudança na política atual, priorizando investimentos públicos para estimular e recuperar a economia no período pós-pandemia

A pesquisa apontou, ainda, que os que acreditam que a economia está no rumo certo caíram de 35% para 32%. Já outros 29% disseram ser favoráveis à manutenção da atual política econômica, com a implantação de reformas, redução dos gastos públicos, perda de direitos trabalhistas, entre outros pontos.  

A pesquisa XP/Ipespe ouviu 1.000 eleitores de todas as regiões do país. As entrevistas foram feitas por telefone entre os dias 28 e 30 de abril. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247