Presidente da Petrobrás, que vendeu US$15 bi em ativos até julho, diz que ainda há "muito mais" por vir

Em meio ao desmonte da Petrobrás, que desde o início do governo jair Bolsonaro atingiu a marca de cerca de US$ 15 bilhões , o presidente da companhia, Roberto Castello Branco, prometeu que irá vender o que puder à inciativa privada; “Neste mês de julho completamos 15 bilhões de dólares em desinvestimentos, e vem muito mais”, afirmou;

Roberto Castello Branco
Roberto Castello Branco (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Reuters - A estatal Petrobras atingiu a marca de cerca de 15 bilhões de dólares em desinvestimentos acumulados no ano de 2019, disse nesta quinta-feira o presidente da companhia, Roberto Castello Branco, prometendo novos movimentos.

“Neste mês de julho completamos 15 bilhões de dólares em desinvestimentos, e vem muito mais”, disse o executivo, ao participar de cerimônia de oferta pública de ações da BR Distribuidora na bolsa paulista B3.

A Petrobras reduziu sua fatia na empresa de combustíveis para 37,5%, após a negociação da oferta e de um lote complementar de ações, acrescentou Castello Branco, comemorando a operação. Antes, a Petrobras detinha 71,25% da BR. A transação levantou 9,6 bilhões de reais para a petroleira.

“Trata-se da primeira privatização na história do Brasil via mercado de capitais”, destacou o CEO.

Por Gabriel Araújo

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247