Presidente de instituto liberal critica novos impostos de Doria

Os novos impostos anunciados por João Doria desagradaram o ultraliberal Helio Beltrão, presidente do Instituto Mises Brasil, que escreveu um duro artigo criticando as posições do tucano; "Os argumentos usados por Doria são risíveis, mas revelam parte de sua visão de mundo", diz ele, que completa: "Doria também reclama que aqueles que sofrem o ataque tributário da Prefeitura estejam "usando as redes sociais para impor" seus pontos de vista. Ora bolas, Doria é a figura pública que mais usa as redes sociais para defender seus pontos de vista. Mas, quando um terceiro tem opinião contrária à sua, entende como opressão, em típica reação marxista cultural"

doria
doria (Foto: Giuliana Miranda)

247 - João Doria não anda agradando nem o grupo dos liberais. 

Em um duro artigo publicado nesta terça, o presidente do Instituto Mises Brasil, Helio Beltrão, criticou os novos impostos propostos pelo prefeito tucano. 

Confira abaixo trechos do texto:

"Os argumentos usados por Doria são risíveis, mas revelam parte de sua visão de mundo. Muita atenção, pois ele pode se tornar candidato no ano que vem.

Doria afirmou que 'os donos das empresas são bilionários' e que, por isso, "podem pagar mais imposto". Afirmou também que não aceitará repasse do imposto doriano para o consumidor e que as empresas 'devem diminuir sua margem'.

Faltou conhecimento básico de ciência econômica. A menos que Doria adicionalmente se torne um autoritário tabelador de preços, repasse deve haver (ainda que não se possa dizer a priori que porção será repassada).

Doria também reclama que aqueles que sofrem o ataque tributário da Prefeitura estejam "usando as redes sociais para impor" seus pontos de vista. Ora bolas, Doria é a figura pública que mais usa as redes sociais para defender seus pontos de vista. Mas, quando um terceiro tem opinião contrária à sua, entende como opressão, em típica reação marxista cultural.

Por outro lado, seu discurso ameaçador, invocando o porrete do poder de coerção, me soa como um típico discurso estatista tal qual tivemos nos últimos 20 anos.

(...)

O brasileiro não aguenta mais imposto nem pagar mais caro por produtos por conta deles."

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247