Prévia da inflação aponta alta de 0,54% em fevereiro

A inflação medida pelo IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acelerou para 0,54% em fevereiro, ante avanço de 0,31% em janeiro; mesmo assim, o resultado é o menor para fevereiro desde 2012; dado pode influencia decisão do Compom na reunião desta quarta-feira, 22; dos 47 economistas consultados pela Bloomberg, 46 projetam que o corte na Taxa Selic será de 75 pontos-base, o que levaria a taxa básica de juros para 12,25%

Brasília - Começa a quinta reunião do ano do Comitê de Política Monetária (Copom) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Começa a quinta reunião do ano do Comitê de Política Monetária (Copom) (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

Márcio Braga, do Infomoney - A inflação medida pelo IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acelerou para 0,54% em fevereiro, ante avanço de 0,31% em janeiro. A alta foi mais forte que o esperado pelo mercado, que estimava uma elevação de 0,50% no mês, segundo levantamento da Bloomberg. Mesmo assim, o resultado é o menor para fevereiro desde 2012.

A taxa acumulada em 12 meses ficou em 5,02%. A projeção mediana dos economistas era de 4,98%. Desde 2010, o índice não fica abaixo de 5% nesta base comparativa .

O resultado do IPCA-15 deste mês é especialmente importante porque a divulgação ocorre no mesmo dia da decisão de política monetária. Depois das 18h20, o Copom (Comitê de Política Monetária) informa qual será o novo nível da Selic.

Dos 47 economistas consultados pela Bloomberg, 46 projetam que o corte será de 75 pontos-base, o que levaria a taxa básica de juros para 12,25%. O único economista que projeta os juros em 12% já a partir desta reunião lista 9 argumentos para sustentar seu ponto de vista.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247