Privatizações: governo prevê mais 22 leilões até fim do ano

Com sua agenda entreguista, o governo Jair Bolsonaro realizou 29 leilões em 2019 e outros 22 estão previstos para ocorrer até o final do ano. É o que aponta um levantamento do G1 a partir dos dados disponibilizados pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR)

247 - O número de projetos iniciados no governo Michel Temer e os anunciados na gestão de Jair Bolsonaro para serem oferecidos em leilões à iniciativa privada está em 119, contra 69 no começo do ano. Ao todo, 29 leilões foram realizados em 2019 e outros 22 estão previstos para ocorrer até o final do ano. É o que aponta um levantamento do G1 a partir dos dados disponibilizados pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Dos 119 projetos da carteira atual, 56 são concessões, sobretudo na área de transportes e energia, e 16 são privatizações (venda de controle ou desestatização).

Em 2019, já foram tirados do papel 29 projetos de transferência de ativos para a iniciativa privada, incluindo 13 terminais portuários, 12 aeroportos, leilões de energia e de óleo e gás, concessão da ferrovia Norte-Sul e da BR-364/365.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247